Kimbanda é muito mais do que se pode pensar

Kimbanda é muito mais do que se pode pensar

 

"Kimbanda é muito mais do que se pode pensar"

Certamente é muito comum nos dias atuais vermos muitas pessoas se intitulando kimbandeiros pelo simples fato de cultuar Exús e Pombas Giras, mas na realidade só é kimbandeiro aquele que é iniciado na Kimbanda (Quimbanda). Quando nos referíamos a Kimbanda não compreendemos o real sentido de ser um kimbandeiro, mas pelo próprio significado da palavra nos leva as seguintes reflexões, Kimbanda tem origem no idioma kimbundu (quimbundu) onde Kim significa Gão - Sacerdotal e Banda lugar ou origem, levando-se a entender que ser kimbandeiro é buscar as origens, as anunciações através dos fatos, também não é atoa que um kimbandeiro a todo momento esta estudando e em total ligação com seus ancestrais. Assim afirma o autor dos setes livros Exu Grandes Senhores de Magia (escrito por: Eduardo Henrique Costa). Em pleno próximo ao dia de finados onde para os adeptos da tradição seria um momento de resgates das forças e de total compromisso com seus ancestrais da tradição, procuramos separar algumas perguntas que muitos costumam ter quando o assunto é Kimbanda, quem irá responder as perguntas será o próprio fundador da CECP - Eduardo Henrique Costa.

 

  • Kimbanda é muito diferente que Umbanda? Sim totalmente. Na Kimbanda não existe sincretismo com Santos Católicos, Orixás e nem outras coisas do tipo, o culto é puro e somente voltado aos Exús e Pombas Giras, tendo também na Kimbanda aqueles que cultuam de forma cabalística. Vale lembrar que a Umbanda não faz sacrifícios de animais e nem assentamentos, o que é totalmente diferente que a Kimbanda.
  • Por que os centros de Quimbanda costumam ser fechados ao público? Devo salientar que a Kimbanda não é uma religião, na religião todos são bem-vindos e sempre é aberta ao público, podendo inclusive qualquer pessoa ter contato com o sagrado. A Kimbanda é uma tradição de magia, somente o iniciado tem acesso aos mistérios e não é qualquer um que pode se iniciar ou participar de uma seção. Uma das idéias principais quando recorremos a história é que a Kimbanda por ser uma feitiçaria brasileira ou afro-brasileira dependendo da linha de Kimbanda praticada, ela sempre foi fechada por conta dos preconceitos e até mesmo das perseguições que havia na época.
  • Afinal o certo é dizer Kimbanda ou Quimbanda? Ambos estão corretos, tendo em vista que no idioma Kimbundu é colocado como "Kimbanda" e de forma no idioma brasileiro é colocado como "Quimbanda", sendo assim, cabe ao praticante escolher a sua preferência.
  • Existe regras na Kimbanda? Toda boa tradição, vem cercada de filosofia e costumes. Na Kimbanda a principal é o segredo com o que é aprendido na iniciação, o praticante não pode tirar fotos, fazer filmagens de seus Exús e Pombas Giras, principalmente de seu assentamentos. Certamente se encontrarmos vídeos pela internet de pessoas se considerando kimbandeiros praticando estes tais atos de expor um culto fechado, certamente a pessoa não sabe o que significa ser um feiticeiro. 
  • É por conta desta preservação do culto e dos segredos que as seções costumam serem feitas com as luzes apagadas? Também é um dos motivos, a iluminação dos toques, giras ou seções como preferirem chamar são as luzes das velas e brasas de fogo. Devemos também lembrar que a escuridão é ligada ao conhecimento oculto, a magia e a força sobrenatural, inclusive as trevas antecede a luz, na prática da magia as luzes elementares são as necessárias. 
  • Sair meia noite para fazer trabalhos nas encruzilhadas é uma das leis? Não funciona bem assim, vai de acordo com a necessidade e os fundamentos necessários a serem executados. Antigamente os feiticeiros costumavam sair pela madrugada, para não serem vistos, não serem expostos, por isto muitos andavam de túnicas, um kimbandeiro assim como os Exús adora uma festividade, mas na hora de trabalhar com magia eles gostam de silêncio, concentração. Eu costumo dizer para meus aprendizes e em meus livros que o encanto da magia esta no segredo, nos mistérios que rodeia. Não esquecendo é claro que meia noite existe um portal de grande ligação entre mundo visível e invisível.
  • Kimbanda usa atabaques? Atualmente sim, mas antigamente era tudo feito nas sinetas, muitos iam para dentro das bocas de matas e era tudo feito nas sinetas. Imagine tocando um atabaque com tais perseguições que existia no Brasil, é claro que não quero descartar o fato de ainda existir perseguições principalmente cristãs, mas o Brasil vem caminhando num sentido de igualdade. Ainda existe muitos que praticam os cultos com sinetas, mas outros preferem atabaques, antigamente tambores era como um gps que facilmente indicava onde estava acontecendo cultos considerado práticas "Satânicas".
  • Aproveitando a citação importante que levantou, Kimbanda tem envolvimento com o Satanismo? Nenhum. Kimbanda é culto aos espíritos, a palavra Satã tem origem no hebraico e aramaico significando "adversário", Satanás não é um espírito em si. 
  • A Kimbanda acredita em inferno?  A palavra inferno tem origem no latim que significa "lugares baixos" para a Kimbanda o inferno é as profundezas da terra, o que esta debaixo de onde pisamos, sendo para nós o inferno a tumba. Antigamente se tinha a crença que todos que morriam iria para o inferno, ou seja, para as tumbas e ficavam debaixo da terra!
  • Por que a Kimbanda é vista como magia negra ou culto diabólico? Porque ela vai contra as leis cristã, é um culto que não aceita sincretismo com os Exús e Pombas Giras e nem muito menos segue o que esta descrito na bíblia, cultuamos espíritos, os mortos, fazemos magias, isto já é mais que o suficiente para ser condenado pela igreja, assim como era antigamente na Idade Média.
  • O que é magia? É energia, é um fenômeno causado por uma força inteligente que executa esta energia para uma tal finalidade, podendo ser esta inteligência física ou não física. Todo ato de usar das energias para obter tais resultados, é considerado magia.
  • Um frequentador pode ter assentamento sem se iniciar? Isto é loucura, é como se tornar um padre sem saber o que é o catolicismo. É como dar uma arma na mão de uma criança e pedir para ela usar da forma que quiser, Exús são cumpridores das leis, extramente ligados a verdade e a boa ordem das regras, jamais Exús irão concordar com isto. Eu vejo muitas pessoas fazendo isto afirmando que a outra esta sendo vítima de feitiços e por causa disto é necessário, oras com rituais e magias consegue-se resolver, basta o praticante ter um bom conhecimento e prática. Não recomendo que façam isto, sabemos que o Ser-Humano sempre anseia por poder, por ganhar mais e mais, porém na magia não existe atalhos, pois a magia é o próprio atalho, por isto não queira por mera vontade assentar. É necessário que os ancestrais permitam e que seja preparado para lidar com aquela energia, afinal quem será assentado serão eles.

 Assim concluímos algumas curiosidades que muitos costumam nos enviar toda semana pelo nosso chat, por isto separamos um tempinho para abordar temas pertinentes à Kimbanda. Espero que tenham gostado, vocês também podem sugerir temas para serem abordados nas próximas matérias, basta deixar seu comentário que com certeza iremos ler :)

Autor: Karol Medeiros da Silva

Data: 14/10/2019